Ambiente

Man e CNL se associam para enfrentar o desafio do camião eléctrico

07/04/2017 17:05:03
ECI - no 07/04/2017 17:05:03 - Por
Ambiente
MAN Truck & Bus

Man Truck&Bus e CNL (Council for Sustainable Logistics - Conselho de Logística Sustentável) assinaram um acordo para o projeto de concepção e desenvolvimento de camiões e de veículos pesados eléctricos. Este acordo foi assinado em Steyr na Áustria e é oficial, pois foi realizado na presença de representantes da mais alta autoridade áustriaca: o Chanceler Christian Kern e o ministro dos transportes, Jörg Leichfried.

Man e CNL se associam para enfrentar o desafio do camião eléctrico

Camiões eléctricos: o projeto ambicioso da parceria MAN-CNL

Esta fusão dos dois grupos Man e CNL vai permitir de acelerar o projeto de produção de veículos pesados eléctricos. Assim, até ao final de 2017, nove camiões eléctricos serão testados pelas importantes empresas de grande distribuição: Hofer, REWE, Spar mas igualmente pelas empresas dedicadas à logística: Quehenberger, Gebrüder WeiB e Schachinger. A cervejaria Stiegl e a montadora de veículos Magna Steyr vêm completar esta lista.

Uma vez realizado este primeiro objetivo, Man e CNL devem iniciar a produção de uma primeria série de camiões eléctricos até o final do ano de 2018. Se as duas entidades industriais e comerciais respeitarem seus calendários, poderemos ver uma produção em grande escala daqui ao início de 2021.

Man já tem experiência em veículo pesado eléctrico

Já em 2012, MAN Truck&Bus apresentava o "MAN Metropolis". Este camião totalmente eléctrico de quase 26 toneladas era utilizado para recolha de resíduos sólidos. Este, era perfeitamente adaptado à uma utilização urbana nocturna devido ao baixo nível de ruído, pouco poluente e livre de emissão de CO2. Além disso, o MAN Metropolis foi dotado de um extensor de alcance que o permitia de ter uma autonomia de 150 Km por dia. Este teste bem sucedido permitiu à MAN de recolher uma grande quantidade de informações técnicas e práticas sobre o uso de um veículo totalmente eléctrico.

Os testes da MAN não pararam com experiência du Metropolis. Rapidamente, a MAN apresentou um modelo mais arrojado e avançado que o Metropolis. Se tratava de um camião semi-reboque, também totalmente eléctrico, destinado às entregas nocturnas nos centros urbanos. Assim como o Metropolis, este veículo pesado era ideal para a circulação nocturna e respondia perfeitamente às exigências técnicas solicitadas para os veículos de entregas em áreas urbanas. Exigências tais como a necessidade de ter elevado volume de carga ao mesmo tempo que um baixo peso descarregado, livre de emissão de CO2 e produzir pouco ruído. Além disso, entre as melhorias técnicas sobre este tipo de camião, podemos sinalizar a utilização de um motor eléctrico que proporciona uma potência bem elevada de 250KW.

Todas essas experiências bem sucedidas tem reforçado à MAN Truck&Bus na sua orientação de desenvolvimento de veículos pesados eléctricos. É neste esforço de perseverança e nesta perspectiva de crescimento que a MAN vem se associar ao consórcio austríaco CNL.

 

 

O CNL e sua rede de parceiros

A parceria MAN-CNL se revela sensata pois se complementam. Deste modo, nada menos que nove empresas, todas parceiras da rede CNL, permitirão a realização de novos testes. Após este período de testes, a finalidade é de produzir e de comercializar em grande escala estes veículos pesados totalmente eléctricos, pioneiros de um futuro próximo marcado pelas inovações tecnológicas. O desenvolvimento dos veículos eléctricos é uma escolha estratégica para o construtor MAN e CNL.

Concretamente, a produção de uma pequena série de camiões eléctricos começará na fábrica da Steyr no final de 2018 e a produção em série convencional de camiões eléctricos começará em 2021. Se trata de um desafio técnico razoável, com base em testes em ensaios bem sucedidos. Enfim, não esqueçamos que MAN é uma filial do grupo Volkswagen e que este pretende diversificar sua frota incorporando veículos eléctricos, cuja utilização irá inevitavelmente se democratizar a curto e médio prazo.

 

Actualités similaires

Comentários

A atualidade em contínuo

Espera por favor....