Regulamentos

Agrocombustíveis, novas reivindicações aquando do conselho Energia de Bruxelas

26/12/2013 11:09:07
ECI - Atualizado em: 26/12/2013 11:09:07 - Por
Regulamentos

Os ministros Europeus da energia reuniram-se esta quinta-feira 12 de dezembro em Bruxelas por fim de pronunciar-se sobre a reforma da política europeia dos agrocombustíveis. Tratava-se de decidir se os membros da União Europeia continuarem a apoiar a utilização dos agrocombustíveis na fileira transporte, em detrimento da luta efetiva contra o aquecimento climático e os gáses à efeito de estufa.

Os ministros Europeus da energia reuniram-se esta quinta-feira 12 de dezembro em Bruxelas por fim de pronunciar-se sobre a reforma da política europeia dos agrocombustíveis. Tratava-se de decidir se os membros da União Europeia continuarem a apoiar a utilização dos agrocombustíveis na fileira transporte, em detrimento da luta efetiva contra o aquecimento climático e os gáses à efeito de estufa.

Osagrocombustíveismuitocontroversos

A considerada como uma energia renovável, integração dos agrocombustíveis de primeira geração tinha sido posta em lugar numa preocupação económica e ecológica. A ideia era então reduzir o impacto da poluição ligada ao transporte. Mas com o retrocesso, certos ministros ao nível europeu apoiam que são realmente fortemente emissores de gáses à efeito de estufa e que seria necessário, pelo contrário, reduzir a sua utilização para lutar contra a mudança climática.

Paraumdesaparecimentodosagrocarburants ?

De momento, a Comissão Europeia autoriza uma taxa inferior à 5% de incorporação que agrocombustíveis de primeira geração nos combustíveis tradicionais destinados aos veículos pesados. Mas em frente das reivindicações das organizações como Greenpeace ou OXFAM, o debate é distante a ser fechado.

Notícias semelhantes

Comentários